7 dicas para emagrecer no inverno
7 dicas para emagrecer no inverno. Foto: Blog da Karen

Emagrecer no inverno pode ser uma tarefa muito difícil. Quando o frio chega traz junto a vontade de comer comidas quentes.

Por sua vez, essas comidas quentes geralmente são bem gordurosas e ricas em calorias.

Por exemplo, uma bela de uma feijoada, um mocotó ou um sopão com tudo que tem direito dentro.

Mas você sabe por qual motivo isso acontece?

Basicamente nosso corpo e cérebro entram em um modo ‘instintivo’ quando o frio chega.

Muito antigamente, lá pela época dos ‘homens das cavernas’ o inverno era sinônimo de pouca comida.

Os animais se refugiavam do frio, alguns embernavam. A quantidade de frutas diminuía. Enfim, toda tipo de comida ficava escassa.

Dessa forma quando mais rico em calorias fosse o alimento e quanto mais você conseguisse comer dele, melhor.

Essa era a forma de se manter vivo na época.

Infelizmente nosso cérebro ainda mantêm esse ‘instinto’. Por isso quando o inverno chega pensamos logo em comidas quentes e gordurosas.

Isso torna emagrecer ou se manter em forma uma tarefa muito difícil.

Mas não é impossível emagrecer no inverno e nós vamos apresentar algumas dicas para que isso ocorra.

7 formas de emagrecer no inverno

Como dito, emagrecer no inverno é difícil, mas não impossível.

Existem muitas formas de tornar isso possível, entre elas podemos listar:

  1. Gaste mais calorias;
  2. Faça uso de termogênicos;
  3. Beba chá;
  4. Alimente-se nos horários certos;
  5. Não deixe a preguiça te pegar;
  6. Coma proteínas;
  7. Coma alimentos integrais.

Abaixo explicaremos cada um desses itens da lista.

1. Gaste mais calorias

Aqui não tem mistério, é uma matemática simples. Se você ingeriu mais calorias, gaste mais também.

Aumente a intensidade dos exercícios e também a quantidade de tempo ou de repetições.

Por exemplo, se você corre todos os dias 5 quilômetros, comece a corre 6 quilômetros agora.

Se você malha fazendo séries de 10 repetições, agora faça 12 repetições ou aumente o peso.

Enfim, compense o aumento de calorias ingeridas com um gasto de calorias maior também.

Isso pode não resultar em um emagrecimento, mas, pelo menos, subir de peso você não vai.

2. Faça uso de termogênicos

Os termogênicos têm como principal função aumentar levemente a temperatura do corpo.

Isso faz com que o corpo tente regularizar a sua temperatura e isso gasta mais calorias.

A utilização de termogênicos pode aumentar a queima de calorias em de 10 a 20% dependendo da pessoa e do termogênico utilizado.

Buscando na internet você encontra uma lista imensa de alimentos termogênicos que são fáceis de encontrar e de utilizar.

Mas se você já quer começar agora, uma boa opção é o chá de gengibre. O gengibre é um excelente termogênico.

Basicamente, mesmo que você não aumente a quantidade de exercícios (levando em consideração que você já se exercita para emagrecer) o gengibre faz com que você queime mais calorias para fazer as mesmas funções rotineiras do dia a dia.

3. Beba chá

O chá é uma bebida que possui poucas ou nenhuma caloria e tem uma função muito importante. Ele esquenta o seu corpo.

Pensando assim então você poderia substituir o chá por café, não é mesmo?

Errado. O primeiro motivo é que normalmente se adiciona açúcar ao café, algo que não é necessário na maioria dos chás.

Mas o principal motivo é que existem uma grande variedade de chás que ajudam no emagrecimento.

Isso sem contar que a maioria dos chás trazem outros benefícios para o corpo além de ‘apenas’ esquentá-los e auxiliar no emagrecimento.

Aqui no site temos um artigo falando apenas de chás que auxiliam no emagrecimento. Confira clicando aqui.

4. Alimente-se nos horários certos

Você deve conhecer aquela regra de comer a cada 3 horas, não é mesmo? Talvez até já tenha tentado realizar ela.

O principal motivo para comer a cada 3 horas é manter o corpo sempre em atividade.

Isso ocorre pois quando o estômago está vazio o corpo diminui o gasto calórico para poupar energia.

Se você nunca estiver com o estômago vazio, ele continua queimando sempre a mesma quantidade de comida.

Mas não é para comer chocolate ou encher a barriga a cada 3 horas.

São alimentos pequenos, como uma fruta ou uma barra de cereal entre as principais refeições.

Já nas principais refeições, recomendamos diminuir a quantidade de comida. Não precisa ser muito, comece com 10% a menos de comida no prato.

Comer menos faz com que o estômago diminua de tamanho.

Assim você se sente satisfeito, comendo menos.

A dica desse item é uma bela forma de emagrecer no inverno.

5. Não deixe a preguiça te pegar

Ai está um dos grandes problemas do inverno. Nem sempre é a quantidade de comida que aumenta, mas sim a preguiça que ‘bate’.

Isso também é um resquício do nosso eu primitivo. Quando o inverno chega, nossa tendência é ficar ‘entocado’ em casa para não gastar energia.

Ficar debaixo das cobertas assistindo Netflix em um dia frio e chuvoso é muito mais atrativo do que sair de casa, pegar frio e chuva para ir até a academia.

Mas não deixe isso acontecer. Se você quebra a sua rotina de exercícios por causa do frio, seu corpo entende que no frio não precisa se exercitar.

Com o tempo o seu cérebro torna cada vez mais difícil a tarefa de sair de casa para se exercitar.

Por isso, mesmo nos dias frios vá se exercitar. Se não quiser sair de casa por causa do frio, você pode fazer alguns exercícios em casa mesmo.

Isso não deixa o seu cérebro associar frio com ‘não fazer nada’.

Aqui no site temos um artigo com dicas de exercícios para fazer em casa. Confira clicando aqui.

6. Coma proteínas

Comer proteínas é uma das soluções. Carnes magras e ovos são boas fontes de proteínas.

A proteína te mantém saciado por mais tempo. Ou seja, você não sente tanta fome.

Isso ocorre pois as proteínas demoram mais para ser digeridas pelo corpo.

 

7. Coma alimentos integrais

Invista nos alimentos integrais, principalmente os ricos em fibras.

Por exemplo, troque o pão de farinha branca pelo pão integral.

A fibra e outros componentes do alimento integral são digeridos mais lentamente e também traz mais saciedade.

Ou seja, você come menos e se sente satisfeito por mais tempo.

Gostou das dicas? Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais.

Comente esse Artigo