Entendendo A Depressão Espiritual

Entendendo A Depressão Espiritual

20 de junho de 2021 Off Por Corpo e Boa Forma

two male friends hugging outside

dois amigos homens abraços do lado de fora

Sarah Mason / Getty Images

A depressão espiritual geralmente se refere a uma perda de vitalidade espiritual e alegria. Em termos de cristianismo, vivenciar uma depressão espiritual pode envolver:

  • perder o contato com a sua fé
  • “esquecendo” Deus, ou lutando para encontrar tempo para o estudo espiritual
  • focando mais em erros do passado do que mudanças que você pode fazer para fazer melhor no futuro
  • um sentimento geral de infelicidade ou melancolia

O ministro protestante D. Martyn Lloyd-Jones parece ter introduzido o termo em “Depressão Espiritual: Suas Causas e Cures”, uma coleção de sermões explorando o tópico.

Ele observa, no entanto, que a própria depressão espiritual data de volta à Bíblia. No Salmo 42, por exemplo, o psalmista sem nome pergunta: ” Por que você está derrubado, ó minha alma? E por que a arte te desquiçou em mim? Espero que em Deus: pois eu ainda o louvou pela ajuda de seu constico “.

Se você está experimentando a depressão espiritual, seu líder religioso pode encorajar um remédio semelhante: a oração ou a busca de Cristo. No entanto, muitos dos sintomas associados à depressão espiritual também podem sugerir, o que pode não melhorar sem o apoio de um profissional de saúde mental.

Nosso guia abaixo oferece um olhar mais aprofundado sobre a diferença entre os dois, juntamente com a orientação sobre o tratamento de sintomas que se revelam mais persistentes.

Nota

Embora este artigo centra-se na depressão espiritual no contexto do cristianismo, as pessoas podem experimentar tanto depressão espiritual como distúrbios depressivos independentemente de sua religião ou prática espiritual.

Embora não haja uma lista de sinais de depressão espiritual, as pessoas que experimentam depressão espiritual costumam dizer que se sentem desconectadas ou cortadas de Deus.

Você pode ter alguma confusão ou frustração sobre sua fé, sentir-se incapaz de falar com Deus, ou acreditar que Deus não ouve mais suas orações.

Outros signos principais incluem:

  • lutando para encontrar alegria na adoração
  • retirando-se de sua igreja ou comunidade religiosa
  • evitando outros membros da igreja
  • perder o interesse em suas atividades regulares da igreja ou realizá-las apenas a partir de um sentimento de dever
  • sentir-se como se o estudo da Bíblia ou outras atividades religiosas tenham perdido o seu significado
  • falhar ao encontrar conforto na oração
  • pensamento negativo ou pessimista sobre Deus ou religião
  • questionando ou duvidando de sua fé
  • um sentimento de desesperança espiritual ou desânimo

Esses sentimentos também podem criar tensão em seus relacionamentos pessoais. Sentir-se incapaz de compartilhar suas lutas com seu parceiro, ou acreditar que eles não entendem o que você está passando se você fizer compartilhar, pode adicionar à sua frustração e sofrimento.

Que tal sintomas de depressão?

Embora a depressão envolva sinais semelhantes, esses sintomas não se relacionarão necessariamente apenas com a sua fé ou espiritualidade. Em vez disso, eles aparecerá na maioria das áreas da sua vida.

Reconhecer pode ser complicado quando você tem outras preocupações pesando em você. Dito isso, a depressão vai além de se sentir baixa na ocasião.

Com depressão, você muito provavelmente notará vários dos seguintes:

  • um humor triste ou sem esperança em mais dias do que não
  • sentimentos de culpa ou inútil, que podem aparecer como
  • uma perda de energia ou motivação
  • menos interesse em suas atividades regulares
  • menos interesse em gastar tempo com amigos e entes queridos
  • problemas incomuns ou irritabilidade
  • problemas
  • , ou outros problemas de sono
  • , incluindo dores e preocupações estomacais
  • pensamentos regulares de morte, morrendo, ou

Religiosos e os líderes espirituais geralmente concordam que períodos de dúvida, inquietação e depressão espiritual são muito comuns.

Eles sugerem várias causas possíveis desses sentimentos:

Os desafios da vida

Facing the ordinary trials and stressors of everyday life pode contribuir para a angústia espiritual. Essas dificuldades podem incluir:

  • perda de emprego
  • questões financeiras
  • preocupações familiares ou de relacionamento
  • preocupações com a saúde física ou mental grave ou crônica
  • preocupações com o futuro

Qualquer um desses desafios também pode contribuir para a depressão, mas a depressão também pode se desenvolver sem um gatilho ou causa clara.

Fixação em pecados passados

Todos erram, ou cometem erros, na ocasião. Faz parte de ser humano.

Ainda certos erros podem linger em sua memória mesmo quando você tenta seguir em frente.

Lutar para se mover a partir de um erro passado ou presente poderia contribuir para sentimentos inabaláveis de culpa e outras turbulências espirituais-mesmo depois de você buscar.

Uma tendência para se fixar em erros do passado e arrependimentos também pode aparecer com a grande depressão, por isso é importante estender a boca quando você tem problemas para navegar nessa angústia.

Negar a sua espiritualidade

A depressão espiritual também pode se desenvolver quando você tem menos tempo para Deus e suas atividades religiosas habituais, como oração, estudo da Bíblia ou adoração e outra participação da igreja. Alguns ensinamentos religiosos sugerem que isso muitas vezes acontece como um resultado de se envolver excessivamente nas chamadas preocupações mundanas, como trabalho, hobbies e entretenimento, ou atividades sociais.

É perfeitamente normal gastar tempo em qualquer uma dessas atividades. A vida deve ser equilibrada, e é saudável dividir seu tempo entre trabalho, descanso, família e amigos, e agradável.

Isso dito, se a espiritualidade é um aspecto importante da sua vida e as preocupações do dia a dia te deixam com menos e menos tempo para Deus, você poderia encontrar-se sentindo-se um tanto quanto baixo.

Dúvida religiosa

Quando você vê dor e sofrimento ao seu redor, seja em sua vida imediata ou em outras partes do mundo, você pode começar a questionar por que Deus coloca as pessoas através do luto, da miséria, e da angústia.

Experienciar uma perda ou dificuldades pessoais também pode te deixar com sentimentos de raiva, confusão e dúvida.

Essa incerteza, não importa sua causa, pode deixar você se sentindo distanciado de Deus, mesmo abandonada. Você pode começar a se questionar sobre os conceitos existenciais, incluindo:

  • o significado de sofrimento
  • sua finalidade de vida
  • a existência de uma potência mais alta

Como você luta com esses pensamentos, você pode se sentir um pouco ambivalente sobre sua espiritualidade e encontrar-se simplesmente passando pelos movimentos de adoração ou oração.

Os pensamentos existenciais também podem e deixam você passando pelos movimentos da vida cotidiana sem nenhum interesse real.

Autoexame excessivo

Problemas e dificuldades de Facing podem levá-lo a considerar como as suas próprias ações contribuíram para essas preocupações. Você pode então começar a explorar possíveis maneiras de abordá-los.

Alguma quantidade de autoexame pode render insight sobre escolhas que podem se revelar mais úteis no futuro. E é claro que tomar medidas para encontrar soluções para os seus problemas nunca é um caminho ruim.

Ainda assim, gastando um tempo prolongado ruminando no que você considera suas falhas e falhas, ou implacavelmente de bicicleta através de medos mais profundos que você não pode resolver facilmente, pode apenas aumentar sua angústia.

links, ou pensamentos repetitivos escuros, desesperados ou negativos, para a depressão. Segue-se, então, que se enfocando em medos espirituais ou preocupações, particularmente quando não se pode chegar a respostas claras, pode intensificar a depressão espiritual.

Trabalhar para identificar possíveis causas de depressão espiritual em sua vida pode ajudá-lo a começar a fazer mudanças que aliam sentimentos de angústia e incerteza.

Sabe, porém, que nem sempre é fácil, ou até mesmo possível, entender de onde vem a depressão espiritual. Esses sentimentos muitas vezes decorrem de vários fatores. A grande depressão também pode se desenvolver (ou intensificar) sem nenhuma causa ou disparo específico.

Tudo o mesmo, você pode absolutamenterk para superar a depressão espiritual mesmo quando você não tem certeza da causa.

Se você é cristão, provavelmente aprendeu a colocar a sua fé em Deus em tempos de angústia. Às vezes essa confiança por si só pode oferecer um caminho em direção à resolução de sentimentos de depressão espiritual.

é outra solução comumente sugerida.

Usando lembretes verbais ou um diário diário, você pode tentar:

  • lembrando-se de seus pontos fortes positivos
  • encorajando-se a confiar em Deus
  • reafirmando sua crença de que Deus tem um plano para você
  • listando várias maneiras você trabalha para viver seus valores e crenças
  • explorando o que você aprendeu com os erros do passado e como eles te ajudaram

Compartilhar sentimentos de depressão com seu líder de fé também pode ser uma boa maneira de obter alguma orientação adicional.

Quando a exploração espiritual não promove qualquer compreensão mais profunda ou alívio dos sintomas, pode ser hora de se conectar com um terapeuta.

Medo de estigma muitas vezes complica o processo de busca de apoio. Você pode ter algumas preocupações sobre o que sua igreja pode pensar sobre depressão, ou preocupar-se que um terapeuta pode deixar de agarrar o que o cristianismo significa para você.

Tenha em mente, porém, que a depressão pode ter um impacto sério sobre o bem-estar geral, e os sintomas geralmente persistem sem tratamento profissional. Em outras palavras, a oração e o estudo espiritual podem não aliviar a sua angústia por conta própria.

Um terapeuta pode oferecer orientação e suporte com:

  • identificando possível ou de depressão
  • explorando o potencial e
  • auto-ajuda e
  • descobrindo quaisquer ligações possíveis entre crenças espirituais e depressão

Você pode preferir trabalhar com alguém de sua fé, alguém que realmente compreenda tanto seus sintomas de saúde mental quanto preocupações espirituais. Isso é completamente compreensível.

Plenty de profissionais de saúde mental treinados também são cristãos, e muitos profissionais licenciados se especializam em aconselhamento baseado na fé. Mesmo aqueles que não praticam uma fé específica podem estar perfeitamente dispostos a explorar preocupações religiosas e espirituais ao lado da depressão.

Conectar-se com um profissional de saúde é tipicamente a melhor opção quando quaisquer sintomas, incluindo sentimentos de depressão ou preocupações sobre espiritualidade, começam a afetar:

  • responsabilidades diárias
  • energia e motivação
  • saúde física

Reconectar-se com a sua fé e fortalecer a sua relação com Deus pode ajudar a resolver a intranquilidade espiritual.

Depressão, no entanto, não pode ser curada. Os sintomas de depressão provavelmente vão linger, ou até piorar, sem tratamento profissional.

A Crystal Raypole já trabalhou anteriormente como escritora e editora da GoodTherapy. Seus campos de interesse incluem as línguas asiáticas e a literatura, a tradução japonesa, culinária, ciências naturais, positividade sexual e saúde mental. Em particular, ela está empenhada em ajudar a diminuir o estigma em torno de questões de saúde mental.